Entrada seta Notícias
Notícias / Actividades
Misericórdia de Lamego celebra 503º aniversário atenta aos desafios do futuro Imprimir e-mail
25-Abr-2022



Na passagem de mais um aniversário, a Santa Casa da Misericórdia de Lamego convidou o público a reviver, através da música, os passos do Mistério Pascal. Apesar das baixas temperaturas da noite de sábado, dia 23, o público encheu quase por completo a Igreja das Chagas para assistir ao concerto "De Domingo a Domingo na Grande Semana", pelo grupo “Ançã-ble”, especializado na interpretação de canto gregoriano. Como é tradição, o Coro da Misericórdia acompanhou esta atuação.
O espetáculo musical integrou o programa comemorativo do 503º aniversário da maior instituição de solidariedade social do concelho de Lamego e maior empregador do setor social. A anteceder este evento, também foi celebrada uma missa, presidida por D. António Couto, Bispo da Diocese de Lamego.
Ao comemorar mais de cinco séculos de existência da Misericórdia de Lamego, o Provedor António Carreira sublinha o empenho e o espírito altruísta manifestados por todos os colaboradores e Irmãos que permitiu que esta Santa Casa seja uma instituição nacional de referência na oferta de respostas e soluções integradas e inovadoras na área da solidariedade social.
Temos consciência das dificuldades, mas temos a certeza que o trabalho e a dedicação de todos tem sido a pedra angular e o suporte para que se continue esta caminhada. Ninguém nos perdoaria se não colocássemos todas as nossas capacidades ao serviço daqueles que servimos. Passaram 503 anos. A Misericórdia cresceu, desenvolveu-se e chegou até aqui. É fruto do trabalho desinteressado de muita gente. É o resultado de muito sacrifício e dedicação”, fundamenta.
Fundada a 20 de abril de 1519, a Santa Casa da Misericórdia de Lamego é uma das mais antigas do país e esteve sempre na linha da frente no apoio social no concelho, sendo responsável, diariamente, pela prestação de serviços humanizados a mais de quinhentos utentes, desde bebes e crianças a pessoas idosas.

 
Milhares de fiéis acompanham em silêncio a Procissão do Senhor morto Imprimir e-mail
16-Abr-2022



Em silêncio absoluto, a imponente Procissão do Senhor morto voltou a sair da Igreja das Chagas para levar pelas ruas da cidade de Lamego o esquife do Senhor morto. Esta procissão noturna constitui a última grande encenação da Semana Santa.
Dois anos depois, uma imensa multidão voltou a encher as principais ruas para sentir a Páscoa e a emoção do cortejo religioso que recria a morte e a deposição de Jesus. A mais solene e comovente das manifestações religiosas da Semana Santa foi presidida por D. António Couto, Bispo da Diocese de Lamego que pronunciou, no final, o Sermão do Senhor Morto.
No dia em que os cristãos recordam o julgamento, a paixão, a crucificação, a morte e o enterro de Jesus Cristo, o manto de silêncio que imperou durante a marcha realizada na noite de Sexta-Feira Santa, foi apenas interrompido pelo som áspero das tradicionais matracas e dos acordes fúnebres da Banda Filarmónica de Magueija.
Como é tradição, os Irmãos da Santa Casa da Misericórdia de Lamego acompanharam a procissão vestindo as suas “opas” e de cabeça coberta, em sinal de luto.
Na noite anterior, também participaram na Procissão das Sete Bandeiras – Sete Tribunais que partiu da Igreja das Chagas. Este templo religioso acolheu ainda no Domingo de Ramos, a cerimónia de Bênção dos Ramos, antes da Procissão desfilar em direção à Igreja Matriz de Almacave.
Em respeito por esta secular tradição, a Misericórdia de Lamego é um relevante parceiro institucional da programação da Semana Santa que conjuga elementos da liturgia e da religiosidade popular.

 
Avaliação médica e caminhada assinalam Dia da Saúde no Lar de Arneirós Imprimir e-mail
07-Abr-2022



Para celebrar o Dia Mundial da Saúde, a Santa Casa da Misericórdia de Lamego organizou uma sessão de avaliação da glicemia e de monitorização da pressão arterial junto dos idosos do Lar de Arneirós. Este ano, a Organização Mundial da Saúde dedicou o dia ao tema: “O nosso planeta, a nossa saúde”, com enfoque nas ações necessárias para manter as pessoas e o planeta saudáveis e na promoção das sociedades focadas no bem-estar.
Integrado também nestas comemorações, a Misericórdia de Lamego promoveu uma caminhada e uma sessão de ginástica ao ar livre, de modo a colocar os utentes em contacto com a natureza e proporcionar uma pausa na rotina diária. Foram efetuados exercícios de baixo impacto para manter os idosos saudáveis e prolongar a sua longevidade. A caminhada é uma excelente escolha para a atividade na terceira idade, pois ajuda a combater a depressão e outras doenças.
No Lar de Arneirós, situado na freguesia de Vila Nova de Souto d´El Rei, são prestados diversos serviços para a satisfação das necessidades básicas das pessoas seniores: alojamento, alimentação, cuidados de higiene e conforto, tratamento de roupa, apoio no desempenho das atividades diárias, cuidados de enfermagem e atividades de animação sociocultural.
 
Controlo rigoroso da despesa dá saldo positivo à Misericórdia de Lamego Imprimir e-mail
04-Abr-2022



A Santa Casa da Misericórdia de Lamego alcançou, em 2021, um resultado líquido positivo de 126.784,68 euros, devido sobretudo ao controlo da despesa e ao “empenho dos colaboradores”, invertendo desta forma os défices registados nos anos anteriores. Um resultado bem diferente do inicialmente previsto: negativo em cerca de 91 mil euros. “Estas contas traduzem a situação financeira real da Santa Casa, bem como a sua gestão ao longo do último ano. Este resultado líquido é mesmo exato e fiável, sem que tivessem ocorrido receitas extraordinárias. Estamos, por isso, muito satisfeitos e confiantes, mas continuamos vigilantes para encarar com tranquilidade o futuro da instituição”, fundamenta o Provedor António Carreira, acrescentando que a Mesa Administrativa tem “a consciência do dever cumprido”.

O resultado positivo apresentado no âmbito do Relatório e Contas de Gerência foi aprovado por unanimidade pelos irmãos presentes na Assembleia Geral realizada a 31 de março. O documento mereceu ainda o parecer positivo do Conselho Fiscal.
Na apresentação detalhada das contas, António Carreira explicou que, pese embora o ano difícil motivado pela pandemia, as despesas foram feitas de acordo com rigorosos critérios de seleção na aquisição de bens e equipamentos necessários ao funcionamento da instituição. Do lado da receita, e observando o princípio do rigor, foram revistos alguns contratos, com vantagem para a Santa Casa, nomeadamente a contratação de seguros e combustíveis e do arrendamento florestal. Por outro lado, na área da despesa, foi registado um acréscimo da massa salarial e do valor das horas extraordinárias, justificado pelo combate à COVID-19.

Criação de Conselho Consultivo

No último ano, a Santa Casa da Misericórdia de Lamego continuou a respeitar a sua missão de proporcionar aos utentes serviços de qualidade, “fazendo-o num compromisso sério de humanização com responsabilidade”. Uma tarefa que foi alavancada pela melhoria dos recursos materiais e por um enfoque muito especial na “motivação dos recursos humanos”. Durante este período, mais 25 irmãos, pessoas de reconhecidos princípios e valores, também foram convidadas a integrar a instituição, num esforço de maior abertura à sociedade civil.

Como último ponto da ordem de trabalhos, os irmãos votaram favoravelmente a proposta da Mesa Administrativa para a criação de um Conselho Consultivo, um novo órgão de consulta, apoio e participação na definição das linhas gerais de atuação, constituído por personalidades de reconhecida competência para a prossecução dos fins da Santa Casa. “Vamos convidar pessoas idóneas que poderão aconselhar a Mesa Administrativa na tomada de importantes decisões. Podem, por exemplo, emitir pareceres, sem carácter vinculativo, em matérias de grande relevância e cujas competências estão, aliás, fixadas nos nossos Estatutos”, explica António Carreira.

 
<< Início < Anterior | 1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 | Seguinte > Final >>

Resultados 57 - 63 de 632

Como Contactar-nos

Santa Casa da Misericórdia de Lamego
Largo Dr. João de Almeida
5100-095 Lamego
Telefone: (+351) 254 612 057
Fax: (+351) 254 614 538
E-mail: Este endereço de e-mail está protegido contra spam bots, pelo que o JavaScript terá de estar activado para que possa visualizar o endereço de e-mail