Entrada seta Quem somos
Historial Imprimir e-mail
16-Mar-2008

Santa Casa da Misericórdia de LamegoA Santa Casa da Misericórdia de Lamego foi fundada em 20 de Abril de 1519, ou seja, 21 anos depois da Rainha D. Leonor ter fundado a Santa Casa da Misericórdia de Lisboa. Podemos, por isso, afirmar que a Misericórdia de Lamego é das mais antigas do País. Viveu esta Instituição, nos primeiros anos da sua existência, tempos difíceis, até que, a 17 de Dezembro de 1597, D. Filipa Rodrigues do Amaral, irmã de Diogo Rodrigues do Amaral, Cónego da Sé, doou todos os seus bens à Casa do Hospital de Lamego, sendo dela a primeira grande doação ao Hospital da Misericórdia. Ao falecer, deixou no seu testamento outras disposições que gostaria que fossem respeitadas, nomeadamente a criação do Lugar de "Revedor dos Pobres", que os Irmãos seriam obrigados a eleger cada ano, e que teria por obrigação todos os dias visitar o dito Hospital. O Revedor dos Pobres deveria estar no hospital enquanto os pobres comessem para verificar se lhes davam tudo o que necessitavam.

Até 1970 dedicou-se quase exclusivamente à assistência dos doentes através do seu Hospital fundado em 20 de Abril de 1519 por provisão d’El Rei D. Manuel I.

Inicialmente funcionou na Igreja de S. Francisco até ser construído o edifício (actual Teatro Ribeiro da Conceição), erguido em 1727 para servir aí de Hospital até 1892, altura em que foi construído o novo e actual Hospital D. Luiz I.

A Santa Casa da Misericórdia de Lamego viu a sua sede passar por várias moradas até que, em Janeiro de 1998 se instalou na actual sede, no Palácio dos Vilhenas, edifício do século XVIII, situado no Largo Doutor João de Almeida.

Em 7 de Abril de 1970 foram integrados na Santa Casa da Misericórdia de Lamego, por despacho governamental, o Lar das Crianças, o Lar de Idosos e a Sopa dos Pobres.

No presente conta com um Lar da Terceira Idade – Lar de Arneirós; um Lar de Acolhimento Prolongado de Crianças e Jovens do sexo feminino em situações de risco – Lar das Crianças Nossa Senhora dos Remédios, com capacidade para 30 crianças dos 6 aos 18 anos; um Centro de Acolhimento Temporário destinado a crianças em situação de risco/emergência com capacidade para 20 crianças de ambos os sexos e com idades entre os 0 e os 12 anos, e ainda com serviços pedagógicas de Creche, Jardim-de-Infância e ATL.

 

Missão, Visão e Valores

 

 Missão

Proporcionar aos seus utentes e a comunidade em geral, acções com qualidade e responsabilidade social, assegurando o desenvolvimento profissional de seus colaboradores.

Visão

  • Ser a organização social que seja reconhecida pela excelência dos serviços prestados no Concelho de Lamego. Para tal a Mesa Administrativa, com o apoio de todos, compromete-se:
  • Promover serviços de Excelência que permitam aos seus utentes um elevado nível de satisfação;
  • Assegurar a formação e motivação dos seus colaboradores com vista a alcançar a Excelência do seu desempenho;
  • Proporcionar a toda a comunidade institucional um bom ambiente de trabalho;
  • Assegurar a melhoria da gestão administrativa e da comunicação interna e externa;
  • Implementar, cumprindo com os requisitos e melhorar continuamente o seu Sistema de Gestão da Qualidade;
  • Assegurar a conformidade com os dispositivos legais e institucionais.

Implementar, rever e comunicar a Política e os Objectivos da Qualidade a toda a organização, para que todos possam compreender e cumprir com os compromissos que ela estabelece.  

 Valores

  1. Valorizando o passado, construir o futuro.
  2. Manter atitude responsável, comprometida, disciplinada e colaborativa;
  3. Praticar a humanização do atendimento e das relações com equidade;
  4. Actuar com ética, honestidade e austeridade, dentro dos princípios da legalidade;
  5. Cultivar a transparência e o respeito nas relações com a sociedade;
  6. Oferecer ambiente que inspire a dignidade e a confiança de seus colaboradores;
  7. Investir continuamente em tecnologia e capacitação de seus colaboradores e optimizar a gestão dos recursos na construção da sustentabilidade.
  8. Desenvolvimento económico com responsabilidade social.