Misericórdia promove caminhada para restaurar esculturas do século XVI
02-Abr-2019



No ano em que celebra o seu 500º aniversário, a Santa Casa da Misericórdia de Lamego organiza uma “Caminhada Comemorativa”, cuja receita reverte na íntegra a favor da campanha de recolha de fundos que está a promover em conjunto com o Museu de Lamego para devolver à fruição pública duas esculturas que integraram o recheio da antiga Igreja da Misericórdia. A nova campanha “Conhecer Conservar Valorizar” apela às pessoas para que sejam mecenas e façam a sua contribuição para submeter as obras de arte da segunda metade do século XVI, em risco de perda, a um tratamento de conservação e restauro. 
A iniciativa começa às 9 horas com a abertura do secretariado para a receção aos participantes e a realização de uma sessão de aquecimento, a cargo de Roberto Sabença. A percorrer na manhã de 13 de abril, às 10 horas, o trajeto da caminhada ligará a sede da Misericórdia, situada no Largo Dr. João de Almeida, à Quinta do Poço, onde estão concentradas várias valências desta instituição. 
Mediante o pagamento do valor de inscrição – apenas 1€ -, os participantes recebem de oferta uma tshirt, água e fruta. Os interessados devem previamente efetuar a sua inscrição no RLIS (rua do Teatro), no RSI (rua da Olaria) ou no edifício-sede da instituição.
Volvidos cinco séculos, a Misericórdia de Lamego continua fiel à sua missão de sempre: “Proporcionar aos seus utentes e à comunidade em geral, ações com qualidade e responsabilidade social”. Assim, organiza um programa de aniversário para o qual convida a participar todos os seus “irmãos”, bem como a comunidade em geral.